Em último teste antes de encarar o Brasil, Suíça vence Japão em amistoso

Publicado em: 08/06/2018 às 15h11

Gazeta Esportiva

Adversária da Seleção Brasileira na estreia da Copa do Mundo da Rússia, a Suíça encerrou seu período preparatório com vitória. No Cornaredo Stadium, em Lugano, os suíços foram superiores e bateram a seleção do Japão por 2 a 0 no amistoso disputado nesta sexta-feira. O gols do jogo foram marcados pelo lateral Ricardo Rodríguez e pelo atacante Seferovic.

Este foi o último teste da Suíça antes da estreia na Copa, dia 17 de junho, contra o Brasil. No Grupo E, os suíços também enfrentarão Costa Rica e Sérvia. O Japão, por sua vez, ainda fará mais um amistoso preparatório para o Mundial, na próxima terça-feira, contra o Paraguai. Na Rússia, os nippons estão no Grupo H e terão como rivais a Polônia, Senegal e Colômbia, adversária da estreia, no dia 19.

O Jogo

A Suíça foi quem tomou a iniciativa do jogo no primeiro tempo. Tentando encontrar espaços, começou a se lançar ao ataque e foi a primeira a levar perigo ao gol adversário. Aos 25 minutos, Ricardo Rodríguez cruzou pela esquerda e Gavranovic apareceu na área para cabecear. O goleiro Kawashima tirou com os olhos e viu a bola lamber a trave.

Aos 29, Gavranovic voltou a levar vantagem pelo alto e, após cobrança de escanteio, só não abriu o placar porque Sakai interrompeu a trajetória da bola, que tinha endereço certo, e salvou o Japão.

Aos 36, de novo de cabeça, Gavranovic disputou na saída do goleiro japonês e a bola sobrou com Embolo, que chutou na trave de Kawashima.

Aos 39, agora pelo chão, Embolo partiu para cima do defensor, invadiu a área, colocou na frente e despencou. O árbitro apitou o pênalti, duvidoso, para a Suíça. Na cobrança, Rodríguez premiou a atuação de sua equipe nos 45 minutos iniciais e inaugurou o marcador.

O ritmo do jogo caiu na etapa final. A primeira chance surgiu aos 24 minutos, em chute colocado de Zuber, após boa jogada individual. A redonda passou perto e voltou a assustar Kawashima.

O Japão respondeu aos 26, quando Haragushi avançou pela direita, chegou à entrada da área e soltou a canhota, obrigando Burki a fazer boa defesa.

A Suíça quase ampliou aos 29, após lambança de Kawashima. O goleiro japonês foi sair jogando e entregou a bola de bandeja para Shaqiri, que tentou por cobertura. A bola passou perto e por muito pouco não entrou.

Aos 36, porém, Kawashima não contou com a mesma sorte e viu os europeus aumentarem a vantagem. Shaqiri chegou à linha de fundo e cruzou para a área. Na segunda trave, Behrami testou para o meio e Seferovic apareceu para completar para as redes.

O Japão até tentou se lançar ao ataque nos minutos finais, mas pouco conseguiu fazer para diminuir o placar ou mudar o cenário da partida.