Vasco vence LDU, mas é eliminado da Sul-Americana

Publicado em: 10/08/2018 às 08h05

Gazeta Esportiva

Depois da decepção causada pela saída precoce daCopa do Brasil, o Vasco também foi eliminado da Copa Sul-Americana. Em partida disputada na noite desta quinta-feira, em São Januário, a equipe cruz-maltina derrotou a LDU por 1 a 0, mas não conseguiu eliminar o time equatoriano que venceu o jogo de ida por 3 a 1 e garantiu a vaga. O único gol da partida foi marcado por Thiago Galhardo aos 40 minutos do segundo tempo. Agora, a LDU vai enfrentar o Deportivo Cáli, da Colômbia, pelas oitavas de final da competição.

Pelo que produziu em campo, o Vasco até merecia um resultado melhor. O time dirigido por Jorginho dominou a maior parte do jogo e criou inúmeras chances para marcar. Algumas desperdiçadas pelos seus jogadores, outras acabaram nas mãos do goleiro Gabbarini, o melhor jogador da LDU. A equipe do Equador foi armado para defender a boa vantagem alcançada em Quito e alcançou o seu objetivo.

O jogo
Apoiado por uma torcida entusiasmada, o Vasco partiu para cima da LDU. Antes do primeiro minuto, Thiago Galhardo já tinha dado uma “caneta” num adversário e cruzado para a conclusão de Giovanni Augusto, mas a bola saiu. Logo depois, após cruzamento de Yago Pikachu, Andrei cabeceou com perigo.

A resposta da LDU foi imediata e assustou a torcida carioca. A bola foi levantada na área e Anangonó se antecipou a Henriquez e cabeceou forte. A bola tirou tinta da trave esquerda defendida de Martín Silva que apenas torceu para a bola sair.

O Vasco voltou a pressionar e aos seis minutos, Andrés Rios arriscou de longe e Gabbarini espalmou, mas o rebote foi apanhado por Salaberry que afastou o perigo.

Mesmo atuando de forma defensiva, a LDU mostrava que era um time perigoso com saídas rápidas para o ataque, colocando a defesa do Cruz-Maltino em dificuldades, como aconteceu aos 12 minutos quando Martín Silva teve que sair do gol para defender o chute de Anderson Julio.

A partida era movimentada. O Vasco seguia com a iniciativa do jogo, mas se mostrava ansioso para marcar o primeiro gol. O nervosismo da equipe levou o árbitro a aplicar três cartões amarelos aos jogadores cruz-maltinos. Aos 19 minutos, Pikachu recebeu na entrada da área e chutou de esquerda. Gabbarini defendeu em dois tempos.

Depois dos 20 minutos, o ritmo dos donos da casa caiu e a partida ficou mais equilibrada, mas o time carioca criou dois bons momentos em lances sucessivos. Primeiro com um cruzamento de Pikachu que Galhardo concluiu, mas a zaga desviou para escanteio. Na cobrança, Luiz Gustavo dominou e chutou com perigo.

A LDU reagiu com uma cabeçada de Anangonó que desviou para a penetração de Anderson Julio que acertou a trave de Martín Silva em momento de muito perigo. Logo depois, Henriquez sentiu uma lesão e pediu para sair. O técnico Jorginho colocou o volante Raul na lateral-direita e deslocou Luiz Gustavo para fazer dupla com Breno na zaga.

Aos 32 minutos, Thiago Galhardo recebeu na área, se livrou da marcação e chutou, mas Gabbarini salvou com os pés. Na sequência, Martín Silva precisou sair do gol para evitar que Guerrero chegasse primeiro na bola.

Cinco minutos depois, novamente Thiago Galhardo fez grande jogada na área e cruzou para Andrés Rios, mas Gabbarini salvou com o pé direito. Logo depois, Giovanni Augusto se livrou do marcador e chutou cruzado. Gabbarini deu rebote e Andrés Rios completou para fora, perdendo boa chance para marcar.

O Vasco voltou para o segundo tempo com o zagueiro Ricardo no lugar de Breno que também se lesionou. E o time de São Januário voltou com a mesma disposição ofensiva. Logo aos dois minutos, Thiago Galhardo recebeu de Andrey e chutou com grande perigo. Dois minutos depois, a equipe cruz-maltina voltou a desperdiçar uma ótima chance para marcar. Ramon fez ótima jogada pela esquerda e chutou. A bola bateu em Salabery e voltou para Andrey que, livre na área, concluiu para fora.

Aos 12 minutos, em cobrança de falta, Andrey mandou a bomba que encobriu o travessão da equipe equatoriana. O time visitante aproveitava todas as chances para gastar tempo, revoltando a torcida carioca. Aos 17 minutos foi a vez de Galhardo que recebeu na intermediária e bateu forte, mas a bola passou perto do travessão defendido por Gabbarini.

O Vasco passou um sufoco aos 17 minutos quando a LDU saiu em velocidade e Guerrero entrou pela esquerda e tentou encobrir Martin Silva, mas a bola acabou saindo. O tima carioca respondeu com um chute de Andrey que Gabbarini, mais uma vez, espalmou e a defesa aliviou.

A pressão continuou e, aos 27 minutos, Thiago Galhardo bateu colocado e a bola passou tirando tinta do travessão equatoriano. Logo depois, Gabbarini espalmou a cobrança de falta executada por Andrey. Na cobrança do escanteio, Caio Monteiro tocou e a bola desviou na zaga antes de sair novamente para escanteio.

Aos 35 minutos, o zagueiro Guerra tocou com o braço na bola na entrada da área e o árbitro marcou a infração. Pikachu bateu colocado, mas a bola saiu para frustração da torcida vascaína.

Apenas aos 40 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Pikachu recebeu na área, tocou para Andrés Rios que recuou para Thiago Galhardo bater colocado e colocar nas redes.

O estádio virou um caldeirão e o Vasco partiu para tentar o segundo gol que garantiria a classificação. Aos 47, depois de jogada confusa na área, Andrés Rios bateu e a bola saiu, para desespero dos cariocas. Um minuto depois, Andrés Rios recebeu na área, matou no peito e virou, mas a bola encobriu o travessão.

FICHA TÉCNICA
VASCO-BRA 1 X 0 LDU-EQU
 
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 9 de agosto de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Público: 18. 587 pagantes
Árbitro: Mario Díaz de Vivar (Paraguai)
Assistentes: Juan Zorrilla (Paraguai) e Roberto Cañete (Paraguai)
Cartão Amarelo: Breno, Luiz Gustavo, Yago Pikachu (Vas)/ Gabbarini, Guerreiro, Orejuela (LDU)
Gols: Vasco: Thiago Galhardo, aos 40 minutos do segundo tempo
 
VASCO: Martín Silva, Luiz Gustavo, Breno (Ricardo), Henríquez (Raul) e Ramon; Leandro Desábat o(Caio Monteiro), Andrey, Yago Pikachu, Giovanni Augusto e Thiago Galhardo; Andrés Ríos
Técnico: Jorginho
 
LDU: Gabbarini, Quintero, Guerra, Salaberry e Chalá; Orejuela, Vega, Anderson Julio e Johjan Julio (Intriago); Guerrero (Rodriguez) e Anangonó(Pellerano
Técnico: Pablo Repetto