Equipe de escola douradense vence Mostra Brasileira de Foguetes

Publicado em: 08/11/2018 às 11h40

Dourados News

Foto: Divulgação

A equipe Antares da Escola Estadual Vilmar Vieira Matos, de Dourados, formada pela professora de Física Marilaine dos Santos Souza e pelos estudantes do Ensino Médio, Paulo Ricardo dos Santos Silvério, Luiz Henrique Mascarenhas dos Santos e Bruno Mateus Defacio da Silva Paz foi a grande campeã da XII Mostra Brasileira de Foguetes e XVI Jornada de Foguetes, que aconteceu de 26 a 29 de outubro na cidade de Barra do Piraí (RJ).

Centenas de estudantes de escolas públicas e privadas de todo o Brasil participaram da disputa e os vencedores foram anunciados durante a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.

Ao todo, 52 equipes apresentaram seus foguetes e a base de lançamento, cada uma formada por um professor e até três estudantes.

A professora destacou a importância da Olímpiada e as contribuições que ela proporcionou. “O evento foi grandioso e com certeza essa experiência contribuiu muito com a formação escolar dos alunos. Eles conheceram um pouco das oportunidades e os lugares que a Ciência e os estudos podem levá-los”.

Ainda segunda ela, a conquista foi fruto de muito empenho. “Com certeza a vitória foi resultado de todo o empenho e comprometimento que tivemos nos últimos meses. Dedicamos o troféu a todos que integram a educação da rede pública. Nos sentimos orgulhosos por conquistar esse título para o nosso Estado e Município pela terceira vez e ainda por destacar Dourados no cenário nacional”.

A programação da Olimpíada incluiu também oficinas de construção de foguetes de combustível sólido, Sessão de Planetário Digital Móvel, lançamentos e apresentação de foguetes universitários.

Ainda, as equipes participaram das palestras “A corrida Espacial, passado e presente”, com José Bezerra Pessoa Filho da AEB (Agência Espacial Brasileira), “Tecnologia de Foguetes”, do Dr. José Guido Damilano, também da AEB e “Segurança em primeiro lugar” do tenente Fábio Stogmuller, do Corpo de Bombeiro Militar do Rio de Janeiro.

O evento é realizado anualmente e objetiva estimular o interesse dos alunos brasileiros na astronomia e aeronáutica, área pouco estimulada no País. Durante as provas, cada equipe teve que construir foguetes a partir de materiais como garrafa PET e lançá-los o mais distante possível.

Desde as etapas iniciais, a mostra contou com a participação de mais de 200 equipes de todo o Brasil, sendo que as 52 finalistas que disputaram a MOBFOG foram definidas ao longo de seletivas realizadas nas escolas.

Durante a viagem, a equipe também conheceu o Museu de Astronomia e Ciências Afins e o Planetário da Gávea.