Assessoria Sindical da Fiems apresenta a contadores novas atualizações do eSocial

Publicado em: 06/12/2018 às 20h20

Assessoria

Em vigor desde o início de 2018, o eSocial, que unifica o envio de informações trabalhistas aos órgãos reguladores, passará a ser obrigatório para as empresas a partir de janeiro de 2019 e exigirá uma mudança de comportamento das empresas. O assunto foi tema de palestra realizada nesta quinta-feira (06/11), na Escola Senai da Construção, em Campo Grande (MS), pela Assessoria Sindical Fiems, como parte da programação do PDA (Programa de Desenvolvimento Associativo), da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

 

Ao abrir o encontro, o diretor da Fiems, Julião Flaves Gaúna, destacou a importância da constante atualização dos profissionais que atuam na contabilidade das empresas. “A categoria dos contadores faz parte desse processo e, dividindo essas informações, vamos facilitar imediatamente o acesso dos nossos empresários a essa nova modalidade, que é uma exigência que começará a valer integralmente para as empresas a partir de janeiro e a Fiems vem contribuindo para que possamos fazer a capacitação de todos”, afirmou.

 

A palestra

 

Contador e instrutor do PDA, o palestrante Niveson da Costa Garcia explicou que o eSocial já está em vigor desde 2018, mas em 2019 entrará um grupo imenso de empresas, que terão de prestar informações relacionados à folha de pagamento e ao relacionamento com os trabalhadores. “Acredito que agora os contadores já estão bem preparados para essa nova ferramenta, mas só saberemos de fato na hora de colocar a mão na massa, que é quando surgem as dúvidas e dificuldades. Sempre surgem novidades com relação ao eSocial, softwares, bons sistemas, então é importante sempre se atualizar”, destacou.

 

Ele ainda ressaltou, contudo, que o eSocial não deve ser uma preocupação apenas do contador, mas de todos os empresários. “O empresário também precisa estar atento às regras trabalhistas que existem desde 2030, mas não costumavam ser cumpridas com todo o rigor, mas que agora, com o controle eletrônico, precisa ser cumprida, porque os órgãos de fiscalização terão acesso a essas informações”, completou.

 

Repercussão

 

Para a gerente-administrativa do Posto Tereré, Wania Ribeiro, participar do evento é fundamental para se informar melhor sobre as informações que as empresas terão de colocar no eSocial. “Não pode ser apenas um trabalho para os contadores, porque envolve todo o setor administrativo da empresa. Precisamos estar atentos, principalmente com relação à saúde e segurança do trabalhador”, salientou.

 

Na avaliação do contador Carlos Alberto Ramos, é necessário sempre se atualizar com relação ao tema. “Várias empresas que atendo já estão se adequando ao eSocial, então estou mais tranquilo, mas é sempre bom participarmos de eventos como esse, porque sempre há uma novidade que ainda não sabemos ou alguma dica sobre uma nova tecnologia”, finalizou.