Assassinos divulgaram morte de jovem estrangulado pelo Facebook

Publicado em: 09/01/2019 às 11h10

Cpo Gde News

Homem encontrado estrangulado com uma corda, na manhã desta terça-feira (8), no Jardim das Hortênsias, em Campo Grande, foi identificado como Tiago da Silva de Jesus, de 17 anos. O rapaz teve a morte divulgada no próprio Facebook pelo assassinos horas depois que o corpo foi achado.

A matéria do Campo Grande News, que divulgava o crime, foi compartilhada no perfil de Tiago às 13h02 de ontem, poucas horas depois do corpo ser encontrado. A mesma notícia foi enviada a irmã do adolescente por messenger, junto com o aviso para a família buscar o corpo dele na Capital de Mato Grosso do Sul.

A irmã entrou em contato com o IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal) e confirmou que o homem encontrado na Rua Onze Horas, na calçada do muro da Escola Municipal Irene Szukala, era Tiago. O jovem estava a dois meses sem dar notícias à família, que acreditava que ele estava trabalhando em um fazenda da região.

Segundo Otoniel Prado, tio do adolescente, pelo Facebook, os parentes acompanhavam fotos publicadas por ele e até perguntavam onde ele esta, mas não tinham resposta. Agora, tentam levar o corpo de Tiago de volta para Sinop. “A mãe dele está tentando ir para Campo Grande, retirar o corpo no Imol. Mas trazer o corpo é caro, ainda não sabemos como vai ser”, contou.

Tiago foi estrangulado com uma corta, encontrado com o corpo, e tinha uma lesão profunda na nuca. "Houve tentativa de degola", explicou o delegado que atendeu o caso, Danilo Mansur.

Equipes da Polícia Civil investigam o caso e trabalham com a suspeita que próprios autores do homicídio “anunciaram” a morte usando o celular da vítima. O caso é investigado por policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) e da 5ª Delegacia de Polícia Civil.