Vereador cria projeto de lei para estabelecer a leitura da Bíblia em colégios

Publicado em: 19/03/2019 às 16h00

Gospel +

Um projeto de lei que certamente dará muito o que falar foi criado pelo vereador Omar Tomalih (PSB), presidente da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. Isso, porque, ele visa tornar a leitura da Bíblia uma prática regular, antes das aulas, em todos os colégios do município.

A ideia é tornar a leitura bíblica uma prática diária nas escolas, segundo Omar, para ensinar valores importantes compartilhados de forma unânime pela maioria dos brasileiros.

“A Bíblia é um manual que está em mais de 90% dos lares brasileiros, onde ela prega valores, princípios e bons costumes”, defende Omar, apresentando os argumentos que para ele justificam a aprovação do seu projeto de lei.

O político, que é evangélico, procura destacar que tal prática não teria cunho religioso, mas sim moral. “É isso que nós queremos ensinar. Nós não estamos pregando religião alguma. Nós queremos que seja criada uma nova geração, baseada nesses valores e nesses princípios”, argumenta.

Já para o vereador Lucas Gotardo (PSB), a Bíblia não deve ser lida nas escolas, mas sim em locais que ele considera mais adequados, como nos lares, igrejas e outros espaços conforme a escolha de cada pessoa. Ainda assim, o parlamentar reconhece a singularidade do livro sagrado.

[A Bíblia] “Contribui e contribui muito”, diz Gotardo, “mas nós temos os espaços adequados para que essa contribuição chegue até o indivíduo. Isso eu entendo que vem de uma base familiar, ela tem um local apropriado, ela tem a igreja, onde ela tem a liberdade de escolher o segmento dela”.

Apesar das divergências iniciais, o projeto de lei já teve parecer favorável da Procuradoria do legislativo municipal, e também já foi aprovado pela Comissão de Constituição de Justiça (CCJ) da Casa, restando apenas agendar a data para a votação na Câmara dos Vereadores, segundo informações do G1.