Aprovado projeto que obriga ter intérprete de libras em shoppings de MS

Publicado em: 18/04/2019 às 12h30

ALMS

Os deputados aprovaram nessa quarta-feira (17), durante sessão, dois projetos que exigem a presença de intérprete de libras em órgãos públicos estaduais, assim como em shoppings e agências bancárias, para que possam atender as pessoas surdas, que precisam utilizar estes locais. 

A primeira proposta do deputado Pedro Kemp (PT), obriga os órgãos públicos estaduais a ter ao menos 5% dos servidores, com capacitação básica em Libras (Língua Brasileira de Sinais). Para isto ele pretende alterar a lei estadual, que reconhece esta língua gestual em Mato Grosso do Sul.

A matéria ainda permite que o Estado possa utilizar intérpretes (Libras) contratados para fazer esta tarefa de comunicação, podendo ser feito pessoalmente, ou até por meio de videoconferência online ou webchat, pata atender este determinado público, com qualidade.

O segundo projeto de Evander Vendramini (PP) obriga as agências bancárias e shopping centers a ter em seu quadro de funcionários, um profissional de Libras, para atender as pessoas surdas, quando elas foram a estes locais. Os deputados até sugeriram que esta capacitação ocorra para funcionários que já trabalhem nestes estabelecimentos, não necessitando novas contratações.

Os projetos foram aprovados em primeira votação, sendo necessário passar por uma segunda avaliação na Assembleia. Caso sejam aprovados, seguem para a avaliação jurídica do governo estadual, que pode sancionar ou vetar as matérias.