Vadão convoca seleção feminina para a Copa do Mundo na França com Marta, Formiga e cia.

Publicado em: 16/05/2019 às 14h30

CBF

Pela primeira vez na história do futebol feminino brasileiro, a convocação para a Copa do Mundo foi um evento. Diferente de 2015, por exemplo, quando a lista foi divulgada apenas no site oficial, o anúncio do técnico Vadão reuniu dezenas de jornalistas na sede da CBF na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. E não houve surpresas, apesar do momento ruim que vive a Seleção (nove derrotas nos últimos nove jogos): vão disputar o Mundial na França Marta, Formiga, Bárbara, Cristiane e cia.

 

Ao todo, 23 jogadoras foram convocadas (veja a relação completa no fim da matéria). A lista, no entanto, pode sofrer alterações até o dia 26, data limite para substituições em função de cortes por lesão.

- Nosso otimismo está na cabeça de cada um de nós, de cada uma das meninas. Nossa expectativa é altamente positiva, temos atletas de qualidade ímpar. Hoje se fala muito de plano tático, que é imprescindível. Temos atletas que podem resolver problemas com jogadas individuais, coisa que pouca gente tem. Nós temos esse privilégio. Estamos otimistas de fazer uma grande campanha e buscar esse almejado título mundial. Saímos mais preparados. Os amistosos estão no passado, o presente é o que vale - disse Vadão em coletiva.

O treinador também aproveitou para exaltar nomes importantes da seleção brasileira e da história do futebol feminino no país. Caso da volante Formiga, do Paris Saint-Germain, que vai disputar sua sétima Copa do Mundo - algo sem precedente na história.

- Fiz um esforço muito grande para a Formiga voltar, pois ela tinha se despedido, e eu fiz um pedido a ela que nos ajudasse na Copa América. Ela atendeu nosso pedido e o apelo da CBF e voltou. É um dos maiores exemplos que temos no mundo, ela não é desse planeta. Tem 41 anos e renovou com o PSG. É uma grande referência e não podia ficar fora de um projeto desse, com tanto esforço e dedicação.