Após energia, Dourados pode ter mutirão sobre tarifa social da água

Publicado em: 11/06/2019 às 13h10

Dourados News

Após realização de mutirão para esclarecer e cadastrar famílias na tarifa social da energia, Dourados deve promover novo evento, agora para beneficiar consumidores da água. A tarifa social prevê um desconto expressivo para famílias que possuem renda mensal de até um salário mínimo, não tenham contas da Sanesul atrasadas e que não ultrapassem consumo mensal de água em 20 mil litros.

A ideia ocorreu após encontro entre o vereador Marcelo Mourão (PRP) e a prefeita Délia Razuk (PR) na semana passada. 

Conforme o parlamentar, ao perceber o interesse de tantas famílias com o movimento realizado com a Energisa, constatou-se a necessidade de se desenvolver algo em parceria com a Sanesul (Empresa de Saneamento Básico de Mato Grosso do Sul). 

“Em Dourados há muitas famílias que têm o direito ao benefício da tarifa social de água e não sabe, ou sabe mas tem alguma dificuldade para efetuar o cadastramento. Então um mutirão como aquele que foi feito com a Tarifa Social da Energisa vai ser de grande ajuda. Colocarei nosso gabinete à disposição para contribuir no que for necessário para esta ação”, disse o vereador.

Conforme dados da Sanesul, o programa Tarifa Social concede desconto de até 62,25% sobre o valor mensal dos serviços de água. Em 2017, 10 mil famílias eram atendidas em todo o Estado.

Além desse critérios, têm direito à Tarifa Social os clientes que atendam os seguintes quesitos:

Residência unifamiliar (residência para uma família), ou seja, cadastrado como 1 economia residencial; Morador de sub-habitação (barraco) ou construção em alvenaria, madeira ou outro material em área de até 50m² ; Consumidor monofásico de energia elétrica com consumo médio de até 100Kwh/mês; Estar adimplente com a Sanesul (sem contras atrasadas). Caso esteja inadimplente, deverá efetuar acordo para pagamento dos débitos. 

Também é preciso ter um consumo mensal de até 20 mil litros de água e comprovar renda familiar de até 1 salário mínimo.

ENERGIA

No dia 1° de junho a Energisa em parceria com Cadastro Único realizou mutirão para esclarecer e atualizar o cadastro de famílias beneficiadas pela tarifa social da energia. 

O benefício prevê desconto de até 65% nas contas com consumo para de até 30 KWh/mês. Imóveis com consumo entre 31 e 100 KWh/mês conseguem 40% de desconto. Usando de 101 a 220 KWh/mês, a baixa pode ser de 10% de desconto. Se a família ultrapassar o consumo de 220 KWh/mês perde o direito ao desconto.

Neste caso, cerca de 8.200 famílias já recebem o benefício de desconto nas contas de energia e outras quatro mil ainda estariam aptas para o cadastro.