MS no Campo destaca o decreto do Governo do Estado que facilita as exportações de milho

Publicado em: 05/07/2019 às 18h10

Portal do MS

O programa MS no Campo desta semana destaca o decreto do Governo do Estado que estabelece novas regras para a paridade nas exportações de milho feitas em Mato Grosso do Sul.

A medida tem vigência até 30 de junho de 2020 e ocorre no momento da melhor safra de milho da história do Estado, com estimativa de produção de 9,552 milhões de toneladas, o que segundo o Secretário Jaime Verruck, da Semagro, é resultado de uma política agrícola implantada pelo Governo Reinaldo Azambuja.

O programa traz também informações sobre a destinação de recursos da Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste) para as cadeias produtivas do peixe e do leite de Mato Grosso do Sul. O superintendente de Indústria, Comércio e Serviços da Semagro, Bruno Gouvêa Bastos, explica que com a disposição manifestada pelo diretor João Balestra, o próximo passo é apresentar um diagnóstico com as potencialidades e gargalos de cada uma das cadeias produtivas.

Outro destaque do programa é o trabalho do Governo do Estado vem desenvolvendo para oferecer a infraestrutura necessária aos pequenos, médios e grandes produtores da região de Bodoquena.

Na reportagem de Paulo Yafusso, informações sobre os perigos no consumo do leite cru; e Karla Tatiane, traz o giro de notícias do meio rural por todo o País.

A nossa “Agenda Rural” destaca as principais feiras agropecuárias que movimentam o setor rural no Estado e no País.

Semanalmente distribuído para aproximadamente cem emissoras de rádio parceiras, com alcance nos 79 municípios por meio de frequência FM, o programa ainda é disponibilizado para download no portal oficial do Governo de Mato Grosso do Sul, Portal MS.

A produção, reportagem e apresentação é da jornalista Katiuscia Fernandes, com edição de Fernando Blank, e conta com apoio da Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), ambas ligadas à Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).