Uso de drones no controle biológico de pragas é um dos destaques de curso na Embrapa Cerrados

Publicado em: 22/08/2019 às 19h55

Assessoria

 

Um dos temas abordados no 2º Curso “Controle Biológico de Pragas no Brasil”, que será realizado na Embrapa Cerrados (Planaltina, DF) de 27 a 29 de agosto, com a participação de 50 produtores, consultores, técnicos e gestores de fazendas, é o uso de drones nessa tática de manejo. O curso é promovido pela Embrapa e a Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação, tendo como objetivo apresentar e transferir tecnologias sobre a utilização adequada do controle biológico de pragas para o setor agropecuário. As inscrições já estão encerradas.

 

Na quarta-feira (28), às 10h30, os participantes vão acompanhar a apresentação de Luiz Cláudio Gromboni, diretor da empresa Geocom, sobre o uso de drones no controle biológico de pragas. Às 13h10, técnicos da empresa farão uma demonstração prática da liberação, por meio de drone, de parasitoides de ovos de lagartas.

 

O uso de drones representa uma alternativa para tornar mais competitiva a adoção do controle biológico, mercado que movimentou R$ 464,5 milhões em produtos no Brasil em 2018, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Controle Biológico (ABCBio).

 

O curso conta com palestras de pesquisadores da Embrapa e de universidades, além de técnicos de empresas da área de controle biológico. No dia 27, os temas abordados serão o Manejo Integrado de Pragas; o estado da arte do controle biológico no Brasil; o uso de fungos para controle de insetos-praga no País e tecnologia de aplicação de produtos biológicos; e o controle biológico de doenças e plantas.

 

No dia 28, além da palestra e da demonstração do uso de drone no controle biológico, serão apresentados os temas utilização de parasitoides para o controle de insetos-praga no Brasil; uso de vírus para controle de insetos-praga no País; e uso de bactérias para o controle de insetos-praga no Brasil. E no dia 29, o curso será encerrado com palestras sobre manejo sustentável da mosca-branca em sistemas de produção agrícola; e manejo e controle da cigarrinha do milho, além de mesa redonda geral com os participantes do curso.

 

Também participam do evento as empresas Biovalens, Koppert Biological Systems e JCO Indústria e Comércio de Fertilizantes, que apresentarão informações sobre seus produtos biológicos.