Maycon “esquece” Shakhtar e quer brigar por titularidade até sair

Publicado em: 16/04/2018 às 09h50

Gazeta Esportiva

O volante Maycon tem tratativas adiantadas com o Shakhtar Donetsk e deve se apresentar ao time ucraniano após a Copa do Mundo, mas não quer que isso o atrapalhe na caminhada com a camisa do Corinthians até lá. Feliz por participar do gol da vitória contra o Fluminense, no fim de semana, ele assegurou que está focado no Corinthians.

“Não entrei em contato com ninguém do Shakhtar, se acontecer algo e eu achar isso algo bom, ai eu falo com o pessoal de lá. Seria um desrespeito eu ficar pensando no Shakhtar ainda jogando no Corinthians. Quero ajudar ainda mais na sequência do campeonato”, comentou o jogador, que explicou a conversa com o técnico Fábio Carille para tirá-lo do time.

“Tivemos uma conversa boa, ele me explicou a necessidade de encontrar soluções dentro do elenco, disse que vai me usar se for necessário, hoje (domingo) eu entrei em campo, por exemplo. Claro que quero estar jogando, ajudando o Corinthians da melhor forma possível, mas tranquilo. Vou acatar o que o Fábio decidir para nós”, avaliou o atleta, possível titular para o jogo de quarta-feira, contra o Independiente, na Argentina.

“O Carille me falou que, para quarta-feira, está tudo aberto. Se ele optar por mim, estarei à disposição”, disse o camisa 8, que tem boas chances devido à falta de ritmo demonstrada por Renê Júnior contra o Flu, algo visto como temeroso para um jogo de Libertadores. O plano de montar um time sem Maycon, porém, segue vivo.

“Mas, e quando ele for embora? Tem 17 jogos até a parada e o Campeonato Brasileiro te dá essa possibilidade de testar. No começo do ano, o Maycon não jogou por causa disso. Esperamos a definição e depois passou a jogar”, observou, em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o treinador.