Sábado, 7 de dezembro de 2019

MS tem duas cidades entre os maiores rebanhos bovinos do Brasil

Publicado em: 20/09/2019 às 16h40


Mato Grosso do Sul tem duas cidades entre os maiores rebanhos bovinos do Brasil. Corumbá aparece na segunda colocação com 1,8 milhão de cabeças, seguida por Ribas do Rio Pardo (3° posição), que dispõe de 1,1 milhão (cabeças). Estes dados constam na PPM (Pesquisa de Pecuária Municipal), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), relativo ao ano de 2018.

Na lista divulgada na pesquisa, a cidade de São Félix do Xingu, no Pará, tem o maior rebanho do País, com 2,3 milhões de cabeça. Estes dados levantados são relativos ao ano de 2018. Completando a lista, ainda aparece a cidade de Cáceres (MT), com 1,1 milhão (cabeças) e Porto Velho (RO), com 1 milhão de cabeças.

Já na avaliação entre os estados, Mato Grosso do Sul aparece na quarta colocação (rebanho bovino), tendo em seu território 20,9 milhões de cabeça, sendo superado por Mato Grosso (maior do Brasil), com 30,2 milhões (cabeças), Goiás (22,6 milhões) e Minas Gerais (21,8 milhões). Na quinta posição ficou o Pará, com 20,6 milhões.

A pesquisa também mostrou que a região Centro-Oeste continua a ter o maior rebanho do País, com 73,8 milhões de cabeças de bovinos, o que representa 34,6 de tudo que é produzido em território nacional. Apesar da liderança, houve queda na região de 0,4% em relação a 2017.

Já as regiões Norte e Nordeste apresentaram crescimento na produção, ambas com aumento de 0,2%, sendo que no Norte este ascensão no rebanho (bovinos) ocorre por 10 anos seguidos.

Segundo a pesquisa, entre os estados, Mato Grosso segue na liderança desde 2004, com maior rebanho, representando 14,1% do total nacional, já Mato Grosso do Sul tem 9,8% da produção de bovinos do Brasil.

Análise – Com a produção de 213, milhões de bovinos em 2018, a pesquisa do IBGE mostra que houve uma redução de 0,7% em relação ao ano passado, o que representa a segunda queda consecutiva, depois de o recorde que ocorreu em 2016.

Entre os 20 municípios que mais expandiram seus rebanhos nos últimos dez anos, a pesquisa mostra que nove encontram-se no Pará, seis no Mato Grosso e cinco em Rondônia. Apesar a queda de produção, foi registrada um crescimento no abate e recorde de volume de carne bovina exportada.