Sábado, 7 de dezembro de 2019

Com palestrantes renomados, 1ª Roda da Pecuária sobre manejo e mercado acontece na próxima semana

Inscrições são gratuitas, limitadas e devem ser feitas pelo site www.correadacosta.com.br 

Publicado em: 28/09/2019 às 07h20


A Correa da Costa, empresa de eventos rurais com a maior agenda de leilões de corte do Brasil, realiza no dia 04 de outubro, sexta-feira, na Estância Orsi, em Campo Grande, a 1ª Roda da Pecuária “Manejo & Mercado: Nada nas mãos e tudo no bolso”. O evento contará com três palestrantes: Adriane Zart e Ana Silvia Soubhia, da Personal PEC, e Rodrigo Albuquerque, do portal Notícias do Front, e juntos vão abordar a sustentabilidade no setor e o mercado da agropecuária, com o objetivo de disseminar informação e proporcionar a troca de experiências entre os participantes. 

 

O manejo Nada nas Mãos é uma técnica desenvolvida pela Personal PEC, e implantada neste ano pela leiloeira Correa da Costa, que busca transformar a forma como se trabalha com o gado. “Baseada no comportamento natural dos bovinos, usamos seus instintos a nosso favor para nos comunicar e conectar com o rebanho por meio de uma linguagem não verbal. Atitude, posicionamento, ângulos e olhar são suficientes para transmitir segurança e respeito, e mover os animais de forma eficiente e com baixo estresse. O sucesso da técnica é tão grande, que queremos compartilhar a experiência com os participantes do evento”, explica a diretora técnica da Personal PEC, Adriane Zart.

 

Vários benefícios da aplicação da técnica podem ser comprovados, entre eles: redução do estresse das pessoas e dos bovinos; melhoria nos processos, com o trabalho sendo realizado de forma mais rápida, mais eficiente, e com menos custos; redução de acidentes com pessoas e bovinos; motivação e melhoria no nível técnico da equipe através de treinamentos contínuos; padronização dos procedimentos de manejo; valorização da empresa perante a sociedade e chancela de bem-estar animal.

 

“O manejo correto e como nos comunicamos com o gado são fundamentais para a saúde e bem-estar do rebanho. Gado calmo e confiante é mais fácil de mover, de diagnosticar e desempenha melhor. Então, comunicação eficiente significa menos estresse, não só para o gado, mas também para a equipe que trabalha no campo”, reforçou Adriane.

 

Pioneira no emprego de tecnologias em seu campo de atuação, a Correa da Costa é uma empresa reconhecida por alavancar a bandeira do manejo sustentável. Ao longo do processo de implantação, questões como a melhoria da qualidade do manejo, o aumento na eficiência do processo, a redução de risco de acidentes, tanto com animais quanto com humanos, foram perseguidas. “Quando conhecemos o método do manejo Nada nas Mãos, vimos que essa técnica poderia atender nossas demandas. Ou seja, através do bem estar animal, também melhoramos o bem estar humano nesse ambiente, tanto pela redução de ruídos, pela fluidez dos processos, exigindo menor esforço físico da equipe. Isso melhorou a qualidade da experiência para os animais, a equipe da Correa da Costa, e também para os visitantes, uma vez que posiciona a empresa como uma vitrine permanente dos benefícios do manejo, visando o bem estar animal”, contribuiu o  gerente da Correa da Costa, Arildo Fabrício.

 

Rodrigo Albuquerque, editor do Notícias do Front vai trabalhar o tema “Uma visão do para-brisa dos preços da cadeia pecuária. “Vou abordar um pouquinho sobre o mercado pecuário, e faremos uma retrospectiva do retrovisor dos últimos dois anos. Também tentaremos traçar cenários que nos permita diminuir a opacidade desse sempre misterioso futuro dos preços, passando cenários mais prováveis de preços em relação a pecuária de cria, e enfatizaremos a reposição. Falaremos ainda sobre a minha visão de como se dá o ciclo pecuário, como a inserção desse ciclo ajuda ou atrapalha os preços, e vamos abordar ainda os demais elos da cadeia, como recria e engorda até chegar aos frigoríficos, e um pouquinho de exportação; enfim, abordaremos todos os elos da cadeia pecuária para tentarmos diminuir um pouquinho dessa opacidade do futuro”, antecipou o palestrante.